PRF faz alerta aos condutores após Balanço do Carnaval 2020

Foto: Agencia PRF

Desde o fechamento do balanço 2019, a PRF já alertava para a necessidade de mais prudência e comportamento defensivo no trânsito. Ações de prevenção, educação para o trânsito e fiscalizações de temas específicos foram desenvolvidas pela PRF na Operação Rodovida, levadas a efeito desde a primeira semana de 2020.
Desde então, as operações seguem sendo realizadas em todo país com números que chamam a atenção. As Fiscalizações Temáticas são voltadas para comportamentos que aumentam o risco de acidentes e mortes no trânsito, tais como: irregularidades em veículos de cargas, não uso do cinto de segurança ou capacete, ultrapassagens proibidas, alcoolemia, entre outras.
O balanço de cada ação já demonstrava a necessidade de mudança no comportamento dos usuários das rodovias, fato que permanece com o balanço da Operação Carnaval, acompanhe os números da Operação Rodovida: AQUI
Houve, em 2020, um aumento nas infrações que mais geram risco e letalidade no trânsito como: embriaguez, que resultou em 3.260 autuações, o equivalente a 64% de aumento em relação a 2019; não uso do cinto de segurança, com 7.608 autuações em 2020, o que representa um aumento de 43% comparado ao ano anterior; ultrapassagens indevidas, foram 10.899 flagrantes, o que significa mais 24%; e uso de celular, com 434 condutores autuados, significando mais 57%.
Com o perceptível incremento no fluxo veicular durante o feriado, para atuar na prevenção e diminuição da violência no trânsito durante o Carnaval 2020, a PRF disponibilizou todo seu efetivo operacional para atuação durante o feriado. Foram intensificadas as ações de educação para o trânsito, que alcançaram mais de 10 mil pessoas durante o período carnavalesco.
Mesmo com o incremento do esforço institucional e uma redução acumulada de 3% nas mortes em 2019, a PRF registrou aumento nos números da violência no trânsito nas rodovias federais onde foram registrados uma diminuição de 3% no número de acidentes graves, um crescimento de 6% no número de feridos e 8% no número de mortos, com 1.210 acidentes, 1.571 feridos e 91 mortos, registrados no balanço preliminar da Operação Carnaval 2020.
Os atropelamentos de pessoas, saídas de pista e colisões frontais foram responsáveis por 68% do total de mortos no período. Os estados de SC, BA, MG e PR concentraram 51% dos óbitos.
Uma análise prévia das causas aponta que 87% das mortes poderiam ter sido evitadas pois tiveram a causa preliminar apontada relacionada a algum comportamento de risco por parte de condutores e pedestres. Fonte: Agencia: PRF
Confira abaixo os dados de acidentes e mortos por estado:
Feridos em acidentes de trânsito