AL-BA: Policiais civis e penais podem entrar em greve; paralisação nacional já está marcada


Após a aprovação, em dois turnos, da reforma da Previdência dos servidores estaduais na noite desta sexta-feira (31), os policiais civis e penais anunciaram que vão organizar uma assembleia para discutir a possibilidade de greve. O encontro será no próximo dia 4.
Segundo os sindicalistas presentes na Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), que protestaram e invadiram o plenário da Casa, também está prevista uma paralisação nacional para o dia 14 de fevereiro.