Vídeo chocante em que macacos gritam de dor é divulgado por espião que denuncia testes em laboratório alemão; Assista

 

Ativistas dos direitos dos animais das organizações Soko Tierschutz e Cruelty Free International revelaram vídeos chocantes para denunciar o laboratório alemão LPT, de Farmacologia e Toxicologia. 

De acordo com o Metro Reino Unido, um profissional disfarçado gravou as imagens em que cães e macacos aparecem imobilizados, sangrando e vomitando sob condições extremamente cruéis.

 O “espião” apontou que gatos e coelhos também são usados nos experimentos de “teste de toxicidade”, que envenena os animais para medir quanto de um produto químico ou medicamento é necessário para causar danos sérios, na tentativa de determinar qual é a dose “segura” para humanos.


“Os animais ainda estavam balançando as caudas quando foram levados para serem mortos, os cães estavam desesperados por contato humano. O pior tratamento foi mantido para os macacos. A raça é de primatas relativamente leves, que são frequentemente usados ​​para as experiências.

Eles são mantidos em apertados em pequenas gaiolas. Muitos dos animais desenvolveram tendências compulsivas e são vistos girando em círculos”, revelou Friedrich Mülln, do Soko Tierschutz, quem também denunciou que os animais são tratados com violência pelos trabalhadores, que não são treinados. 



Os ativistas alegam que as leis na Alemanha que protegem os animais de experimentos não são suficientemente rígidas e pedem que as leis sejam mais rigorosas. O caso está sendo investigado pela polícia. Informações do Metrô Jornal

O vídeo a seguir contém imagens fortes: