Manchas de óleo chegam a Morro de São Paulo; prefeitura trabalha na remoção


As manchas de óleo que atingem o litoral baiano chegaram a Morro de São Paulo, distrito do município de Cairu, no baixo sul do estado. De acordo com a prefeitura da cidade, as manchas foram percebidas por volta das 2h da madrugada de hoje (22), e as praias mais afetadas foram a segunda e a terceira.


A prefeitura informou que equipes das Secretarias Municipais de Desenvolvimento Sustentável e Especial do Morro já realizam o processo de remoção do material, com auxílio da empresa responsável pela limpeza pública.
Fragmentos das manchas de óleo também foram encontrados na praia da Cueira, em Boipeba, e na Ponta do Quadro, em Garapuá. "O monitoramento de outras praias do arquipélago prossegue, uma operação pente fino será realizada por equipes da gestão municipal em todas as localidades do município - arquipélago para assegurar que não há vestígios de óleo", disse a prefeitura.

Veja a nota completa da prefeitura:
NOTA PÚBLICA DA PREFEITURA DE CAIRU
A Prefeitura de Cairu vem a público informar que por volta das 2h da madrugada desta terça-feira (22/10) manchas de óleo foram percebidas em Morro de São Paulo. As praias mais afetadas foram a Segunda e a Terceira. Equipes das Secretarias Municipais de Desenvolvimento Sustentável e Especial do Morro que estavam de prontidão, acompanhados por voluntários, desde as primeiras horas realizam o processo de remoção do material. A empresa responsável pela limpeza pública também se encontra no local auxiliando.
Na praia da Cueira, em Boipeba, e na Ponta do Quadro, em Garapuá, fragmentos das manchas de óleo também foram encontrados. O processo de limpeza está sendo realizado por equipes da Prefeitura e voluntários.
Desde quando as manchas de óleo, do que já é o maior desastre ambiental de todo o Nordeste do Brasil, atingiram a Bahia, a Prefeitura de Cairu, por meio da equipe técnica da Secretaria de Desenvolvimento Sustentável, iniciou o monitoramento das praias do arquipélago e a adotou as estratégias do plano de emergência ambiental, obedecendo as recomendações do INEMA (Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos) e IBAMA (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos  Recursos Naturais Renováveis). Todos os materiais necessários para limpeza e proteção dos envolvidos no processo também foram adquiridos antecipadamente.
Equipes do GAA (Grupo de Avaliação e Acompanhamento), formado por Marinha do Brasil, IBAMA, INEMA e ANP (Agência Nacional de Petróleo) chegarão ao município hoje para mensurar os danos causados. O monitoramento de outras praias do arquipélago prossegue, uma operação pente fino será realizada por equipes da gestão municipal em todas as localidades do município - arquipélago para assegurar que não há vestígios de óleo. Ao encontrar manchas de óleo nas praias de Cairu, deve - se entrar em contato imediatamente com a Secretaria de Desenvolvimento Sustentável através do telefone (75)3652-1064.