Presos envolvidos em massacre em presídio no Pará são transferidos



Após o massacre que deixou 57 mortos no presídio de Altamira, no Pará, o governo do estado decidiu nesta terça-feira (30) transferir 46 homens suspeitos de envolvimento no crime. Três já embarcaram à Belem e outros 10 irão a penitenciárias de outros estados.

O processo deverá ser lento porquê cada detento deverá ser transferido com um agente penintenciário e a aeronave é de modelo pequeno e comporta apenas sete passageiros por viagem. Outros 36 presos serão transferidos a outros presídios do Pará.

Uma rebelião iniciada na manhã desta segunda-feira (29) terminou com ao menos 57 mortos, sendo 16 decapitados. Esta foi a maior rebelião do ano em número de mortes no Brasil.

“Foi um ato dirigido. Os presos chegaram a fazer dois agentes reféns, mas logo foram libertados, porque o objetivo era mostrar que se tratava de um acerto de contas entre as duas facções, e não um protesto ou rebelião dirigido ao sistema prisional”, afirmou o superintendente do Sistema Penitenciário do Pará, Jarbas Vasconcelos, em nota.

Fonte:Varela Noticias.