“É melhor ter um ambulante do que ter um assaltante”, afirma Varela



No programa Balanço Geral desta quarta-feira (24) o apresentador Raimundo Varela criticou a Guarda Civil Municipal, após apreensão de mercadorias de ambulantes na tarde desta terça-feira (23), na Avenida Joana Angélica, em Salvador.

“Os últimos prefeitos que passaram aqui, inclusive Fernando José Guimarães Rocha, na década de 80, diziam que não tinha rapa. Quando a gente chega na cidade, olha lá o rapa”, disse Varela.

“Ninguém vai me convencer, sabe por quê? Eu convivi com isso. Com 11 anos eu vendia pastel na Rua Chile. Mas eu tinha um vaso cheio de pimenta para jogar no olho do rapa se viesse ‘rapar’ meu pastel. Eles levavam meu pastel e comiam. Eu ainda tinha que pagar porque a mercadoria era consignada. Dona Tidinha me dava cem pastéis em uma cesta, eu ia vender para depois pagar. Se a prefeitura levava como que eu pagava? Sou testemunha viva disso”, contou.

“É melhor ter um ambulante do que ter um assaltante. Outro detalhe: vocês viram a Guarda Municipal de fuzil? Estão querendo o que? Guerra?”, perguntou, dando um cartão vermelho.

“Um cidadão de bem, querendo trabalhar pra sustentar a família, mas é difícil no Brasil. Bom é ser político ladrão, propineiro”, ironizou.

“A secretaria quer falar… Vai falar no inferno! O ambulante, para mim, é importante, está sustentando a família dele de forma honrada. Eles não esperavam que eu ia sair de vendedor de pastel para ter um programa de audiência e dizer a verdade na cara deles”, afirmou.

Fonte:Varela Noticias.