'Não vou pedir desculpas por ter cumprido o meu dever', avisa Moro



ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, afirmou nesta sexta-feira (14) que agiu "dentro da legalidade" e desafiou a quem chamou de "hackers criminosos" a publicar tudo o que quiserem. 
Em mensagem no Twitter, Moro disse que não vai "pedir desculpas por ter cumprido o meu dever e ter aplicado a lei contra a corrupção e o crime organizado".


Moro teve seu nome envolvido em uma série de reportagens do site The Intercept, após o vazamento de conversas no aplicativo Telegram com o procurador do MPF (Ministério Público Federal) Deltan Dallagnol.