Tecnologia poderá ser usada para identificar motorista sob efeito de drogas




Um grupo de trabalho para analisar a viabilidade de utilizar tecnologia de screening, um tipo de rastreamento, para motoristas que estiverem dirigindo sob efeito de substâncias psicoativas, foi instituído pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública.

A portaria está publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (12). Os integrantes do grupo terão um prazo de 12 meses para concluir as atividades e apresentar um relatório ao secretário Nacional de Políticas sobre Drogas (Senad).

A equipe de trabalho será composta por representantes, titular e suplente da Senad, Secretaria de Segurança Pública e da Polícia Rodoviária Federal, com coordenação do representante da Senad.