Pelé terá de retirar cálculo renal e não tem previsão de alta


Pelé terá de retirar um cálculo renal e ainda não tem previsão de alta. O ex-jogador de 78 anos foi internado, nesta terça-feira (9), no hospital Albert Einstein, em São Paulo, pouco depois de ter desembarcado no aeroporto de Guarulhos, região metropolitana de São Paulo.

Pelé recebeu alta médica ontem do Hospital Americano, nos arredores de Paris. Ele teve uma infecção urinária causada por um cálculo em ureter, que é um cálculo renal. A infecção foi controlada em Paris e agora o cálculo será retirado em São Paulo.

No momento em que recebeu alta do hospital francês, Pelé revelou ter sido submetido a um procedimento cirúrgico. “Enquanto eu estava aqui em Paris, eu sofri uma severa infecção urinária que requisitou assistência médica e cirúrgica emergencialmente. Mas, graças ao grande carinho do time de médicos do American Hospital of Paris, eu estou pronto para viajar para casa”, disse o ex-jogador, em nota.

Pelé vai seguir o tratamento iniciado na França, o que já estava previsto depois que os médicos dos dois hospitais se conversaram. O estado de saúde dele é bom, e ele seguirá internado e realizará exames para saber se existe necessidade de cirurgia para extração do cálculo.

A saúde do ex-jogador tem sido motivo de preocupação nos últimos anos. Além das duas infecções urinárias (2014 e 2019), ele fez operações na coluna (2015) e no quadril (2012 e 2016), o que atrapalha sua mobilidade.