Jogadores do Flamengo visitam feridos de incêndio em hospital do Rio




Os jogadores profissionais do Flamengo visitaram dois sobreviventes do incêndio que matou dez jovens das categorias de base do clube. Willian Arão, Diego, Juan, Vitinho, Everton Ribeiro, Rhodolfo, César, Nixon e outros atletas estiveram nesta segunda-feira (11) no Hospital Vitória, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro.

Cauan Emanuel e Francisco Dyogo estiveram com os jogadores e receberam palavras de apoio. Cauan teve alta médica e iria para casa ainda nesta segunda-feira. Francisco Dyogo continua no CTI, mas evolui bem.

“O atleta Francisco Dyogo segue em curva de melhora, mas continua com demandas ventilatórias de oxigênio e ainda precisa de suporte com cateter nasal; por conta disso permanece internado no CTI”, informa o Flamengo.

O estado mais grave é de Jhonata, de 15 anos, que teve 35% do corpo queimado e está no Hospital Pedro II, em Santa Cruz. O atleta teve a sedação suspensa, melhora dos parâmetros respiratórios e está estável hemodinamicamente. Jhonata não apresentou febre nas últimas 24h e realizou nova broncoscopia que mostrou melhora das lesões pulmonares.

Os jogadores estão sendo supervisionados por Márcio Tannure, chefe do departamento médico do Flamengo, e por Mauro Fonseca, responsável pelas categorias de base.VN*