Operação Réveillon: 7 mil policiais e bombeiros vão reforçar segurança


As festas de Réveillon na capital baiana, na Região Metropolitana de Salvador e nos principais municípios do interior do estado contarão com reforço no policiamento, segundo garantiu a Secretária de Segurança Pública do Estado da Bahia nesta quarta-feira (27), durante coletiva de imprensa. A Operação Réveillon já será iniciada nesta quinta-feira (28).

De acordo com a SSP, as polícias Militar, Civil, o Departamento de Polícia Técnica (DPT) e o Corpo de Bombeiros estarão em operação extraordinária nos locais onde serão realizados grandes eventos. Serão cerca de sete mil profissionais dedicados aos festejos, em um investimento em plantões que totalizam mais de R$ 1 milhão bancados pelo governo do Estado.

Em Salvador, as festas que antecipam o Réveillon contarão com a participação de mais de três mil policiais e bombeiros militares. Na Boca do Rio, onde será realizado o Festival Virada Salvador, o circuito será totalmente fechado, com a realização do controle de entrada de pessoas pela PM, por meio do uso de detectores de metal e revistas. No total, três portais de abordagem cercam o evento para auxiliar na fiscalização e controle do que entra e sai do local.

Monitoramento – Os espaços interno e externo da Arena Daniela Mercury do festival em Salvador serão monitorados em tempo real pelo Centro de Operações e Inteligência. Serão 15 câmeras extras, uma delas com alcance panorâmico, inclusive nos acessos.

A Plataforma de Observação Elevada (POE) – estrutura com câmeras acopladas e com monitores que possibilitam o acompanhamento de imagens de outras câmeras fixas – também funcionará no entorno do evento.

Estruturas – A SSP também vai dispor de uma Central de Flagrantes dentro do circuito da festa. Em vários pontos nas áreas internas e externas da pista, 13 postos elevados de observação vão auxiliar os PMs no controle da multidão. 

Já as unidades da Polícia Civil localizadas nas proximidades – as 16ª (Pituba), e 12ª (Itapuã) DTs, além da 9ª DT (Boca do Rio) – terão os quadros funcionais ampliados.

O Corpo de Bombeiros terão 746 profissionais nas principais áreas de concentração de público. Em Salvador, equipes vão compor um quadro de cerca de 420 bombeiros militares. Serão três postos fixos de guarda-vidas, quatro viaturas, um quadriciclo e uma embarcação para realizar os atendimentos de emergência.Com informações do metro1